Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Shar Pei

Foto por Paulo Henrique – flickr

Se nós, humanos, tanto tememos as rugas, para o Shar Pei elas não são um problema. Pelo contrário, são o seu charme!

De focinho curto, língua preto-azulada e bastante pele solta pelo corpo, este certamente é um cão de aparência única. É uma raça extremamente dedicada aos donos, mas os donos precisam retribuir esta dedicação, uma vez que é um cão que demanda alguns cuidados especiais.

De toda forma, não é nada que a companhia fiel do seu Shar Pei não compense. Se você tem sérias desconfianças que o Shar Pei é o cachorro que você sempre quis, continue lendo para ter certeza.

História e Origem da Raça

De onde pode ter vindo um cachorro tão peculiar? Esta raça foi criada nas províncias do sul de China, embora não se possa ter certeza de quando isso tenha ocorrido.

Quando o país se tornou comunista, a maioria dos registros sobre a raça foi perdida, deixando-nos apenas com algumas manifestações artísticas para supor quando a raça pôs as patinhas sobre a Terra pela primeira vez.

Algumas obras de arte da Dinastia Han (206 a.C. á 220 d.C.) supostamente indicam a existência deste cão já naquela época. Com a Revolução Comunista, a raça foi quase extinta, pois considerava-se um luxo (proibido por lei) ter cães de estimação.

Se hoje podemos ter a companhia desse cachorro único é graças a um homem chamado Matgo Law. Ele não poupou esforços para que a raça fosse levada aos Estados Unidos, onde foi salva e, em 1992, reconhecida pelo American Kennel Club.

Primordialmente, foi uma raça criada para a caça, pastoreio, guarda e luta. Algumas destas finalidades ficaram marcadas em suas características físicas até hoje: a pele solta ajudava na luta, visto que as mordidas dos adversários acabavam sendo superficiais e incapazes de imobilizar o cão, dando espaço para o mesmo se mover e revidar.

Além disso, seu pelo “espinhoso” ajudava a mantê-lo afastado dos javalis durante as atividades de caça.

Características da raça Shar Pei

Quanto às características físicas, o aspecto mais marcante do cachorro da raça Shar Pei são as dobrinhas da pele, generalizadas por todo o corpo quando filhotes, e mais acumuladas na região da cabeça, ombros e pescoço quando adultos. Esta pele tem uma textura áspera, que inclusive é a razão do nome da raça: Shar Pei significa “pele de areia”.

O focinho tem um traço bem particular, comparado ao de um hipopótamo, e suas orelhas são pequenas e em formato triangular, pendendo sobre a cabeça.

Os olhos ficam levemente afundados em meio a tantas ruguinhas na cara, dando a ele um olhar tristonho que só aumenta a vontade de encher de afagos essa criaturinha. Para completar o visual, a cauda é curvada e aponta para cima.

O Shar Pei é considerado um cão de tamanho médio, com aproximadamente 51 cm de altura e podendo chegar aos 29kg. Quanto à cor, tem para todos os gostos: preto, dourado, creme, marrom e por aí vai.

Comportamento do Shar Pei

O Shar Pei é o cachorro ideal para quem busca uma raça calma, séria, independente e segura de si.

Apesar de ser extremamente leal à família, é comum ficar um pouco desconfiado com estranhos, principalmente por seu instinto protetor.

Também seu passado como cão de luta pode ter deixado resquícios de agressividade em sua personalidade, principalmente com outros cães, e é por isso que o dono precisará ser dedicado, treinando e socializando o cãozinho desde filhote.

Latindo muito pouco e necessitando apenas de exercícios moderados, o Shar Pei é o tipo de cão para o dono tranquilo, que quer construir com seu pet uma relação de carinho, porém com independência para ambas as partes. Quem se identificou?

Sharpei infografico

O Lugar Ideal para a Raça Viver

Uma casa com quintal para dar uma espairecida é um excelente ambiente para os cães da raça Shar Pei, o que não significa que não possam ser criado em apartamentos.

Inclusive, esta é uma raça que curte ficar dentro de casa, sempre por dentro da vida da família. Se você não tem jardim, organize-se para sair diariamente com ele.

Apenas não espere um novo companheiro de corrida: como bom braquicefálico (cão de focinho curto), ele tem bastante sensibilidade ao calor. Sempre respeite esta condição do Shar Pei, provendo um ambiente livre de calor e ventilado para ele refrescar as ideias.

Como Cuidar de um Shar Pei

Se você adora as dobrinhas do Shar Pei, saiba que os fungos também. Por isso, dar banhos com muita frequência não é uma boa ideia. Quando o dia do banho chegar, lembre-se que mais importante que lavá-lo é ter certeza de que ele ficou bem sequinho.

Além dos problemas de pele, como micose, seborreia e dermatite, as rugas podem colocar o Shar Pei em outra enrascada, chamada entrópio. Isso ocorre quando as rugas do rosto caem sobre os olhos, conduzindo pálpebras e cílios para dentro dos mesmos, resultando em irritações. Hipotireoidismo e febre em conjunto com dores nas juntas (a famosa “Febre Familiar do Shar Pei”) são outras das ocorrências mais comuns da raça.

A saúde do Shar Pei pede, sim, uma atenção especial, mas atenção, amor e dedicação é o que não falta para qualquer dono de cão. Está pronto para tornar-se um?

Quanto custa um filhote de Shar Pei?

O preço de um Shar Pei gira em torno de R$ 1.600.

Mas antes de comprar lembre-se de procurar se existe um para doação nos abrigos para cães abandonados! Têm muito cachorrinho de graça precisando de um lar.

Curiosidades da Raça

  • Victoria Beckham e Giovanna Ewbank já têm um Shar Pei para alegrar suas vidas.
  • A boca do Shar Pei fala muito sobre ele. A raça tem duas subdivisões em função dos diferentes formatos de focinho: do inglês, “meat mouths” e “bone mouths”, que indicam um focinho mais ou menos carnudo, respectivamente. Pode ir escolhendo seu preferido.
  • Quando a raça esteve perto da extinção, houve um momento em que o mundo contava com apenas 60 exemplares de Shar Pei vivos. Ufa, ainda bem que este risco já ficou para trás!

Mais raças

Shih Tzu
Jack Russell Terrier
Schnauzer
Buldogue Inglês
Akita
Chow Chow
Yorkshire Terrier
Cane Corso
Chihuahua
Pequinês
Border Collie
Bichon Frisé
Malamute do Alasca
Beagle
Golden Retriever
Dogue Alemão
Basset Hound
Maltês
Lulu da Pomerânia
Buldogue Campeiro
Pastor Belga
Boiadeiro de Berna
Buldogue Francês
Fox Paulistinha (Terrier Brasileiro)
West Highland White Terrier

PET SHOP