Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Quando dar o primeiro banho no cachorro?

Quando dar o primeiro banho no cachorro
Foto por Matt Miller – flickr

Filhote é sinônimo de muita brincadeira, bagunça e, consequentemente… sujeira!

Como qualquer ser vivo que acabou de chegar ao mundo, o filhote de cachorro encontra uma grande novidade em basicamente qualquer coisa.

A curiosidade em explorar todas estas novas possibilidades vai levá-lo, com frequência, a locais que o deixarão sujo, e isto é normal.

Normal também será a sua vontade de cuidar ao máximo desse pequeno ser vivo, nunca deixando faltar nada a ele.

Porém, é importante ficar atento para que estes cuidados não sejam excessivos, acabando por trazer o efeito contrário e prejudicando o bichinho.

Os banhos são um exemplo. É compreensível que o dono preze sempre por deixar o cão limpo, principalmente quando filhote.

Pode acontecer do cão se sujar pisando na urina ou fezes. Pode se atirar numa poça de lama.

Porém, detalhes como a idade mínima do primeiro banho devem ser observados.

Esse é um fator diretamente relacionado a saúde do cão.

Filhotes de cachorro são frágeis e podem sofrer caso o processo do primeiro banho não seja corretamente planejado.

Então, antes de encher a banheira, confira as informações a seguir para descobrir quando dar o primeiro banho no seu cachorro.

Idade Mínima para o banho do cachorro

Dar o primeiro banho no cão é um dos momentos mais ternos que um dono de cachorro vai viver. Afinal é o seu filho.

Quem tem filho humano, sabe o quanto foi importante e marcante o primeiro banho.

Nos cães não é diferente. É um evento! E dos grandes. 

Mas quando é possível dar o primeiro banho no cachorro?

Alguns pontos devem ser considerados.

Em primeiro lugar, o filhotinho muito novo ainda não consegue regular a temperatura de seu corpo, e tem a imunidade mais baixa.

Ele poderá passar frio ao ficar molhado, desenvolvendo complicações que ele não precisa neste momento da vida.

Em segundo lugar há de se considerar que nas primeiras semanas de vida o sistema imunológico do cãozinho ainda não se desenvolveu.

Nessa fase, o colostro (leite da mamãe cão) é altamente necessário pra que essa imunidade se desenvolva.

Por isso, nos primeiros dois meses o filhote não deve ser separado da mãe em qualquer situação.

Durante essa fase o que devemos fazer é prover segurança e conforto pra que essa relação se desempenhe em toda sua totalidade cheia de amor e carinho como deve ocorrer.

Pra isso, procure oferecer um local que eles possam ficar bem e considerar como sendo deles.

De forma alguma dê banho nesse período de amamentação pois a mãe pode não reconhecer mais o cheiro do filhote e negar o leito materno.

Shampoo e água podem realmente descaracterizar esse elemento fundamental dessa relação entre mãe e filho nesse momento.

O banho precisa ser evitado nessa fase pois a sobrevivência do filhote depende da mãe.

Por isso, é importante o filhote manter o cheirinho original de fábrica para a mamãe reconhecê-lo durante o período de amamentação.

Durante a amamentação, a mamãe do filhote mantém ele limpo com suas constantes lambidas. Então um banho nem mesmo é necessário.

Por isso, nunca dê um banho no cão antes do desmame. Isso é vital.

O período de amamentação do filhote dura de quatro à oito semanas.

Antes disso o banho deve ser evitado a todo custo.

Mas o que fazer se o filhote cair na lama e ficar sujo demais?

Pra começar que ele não deve se aproximar de locais desse tipo nessa fase da vida.

É importante manter os filhotes seguros num local limpo e confortável com a mãe.

Mas caso aconteça, a sugestão é você usar um paninho úmido com água e sem nenhum produto. Apenas para tirar o excesso.

Deixe que a própria mãe termine o serviço com as suas lambidas.

Assim você prolonga a relação próxima do filhote com a mãe.

A partir do momento que você dá o banho nele e tira o cheirinho reconhecido pela mãe, isso irá afastá-los.

Então você terá que assumir esse papel de “mãe” precipitadamente e começar a cuidar do cão você mesmo.

Após o desmame você já pode dar o primeiro banho no filhote.

Como o filhote não depende mais da amamentação pra sobreviver não existe mais os riscos associados à rejeição materna.

Então, se você realmente fizer muita questão até pode dar o primeiro banho.

Porém, se possível, o melhor é aguardar mais um pouco. A não ser que ele realmente esteja precisando.

Um dos pontos é o shampoo. Cães não podem usar shampoos para humanos de forma alguma. A composição é diferente e pode ser bastante prejudicial a eles.

E a maior parte dos shampoos para filhotes não são seguros para cães com menos de 12 semanas de vida.

Além desses fatores, alguns profissionais também indicam pautar o momento do primeiro banho pela vacinação dando o primeiro banho somente após essa fase.

A última vacina do calendário é a da raiva que deve ocorrer por volta da 16ª semana.

Recomenda-se aguardar uma ou duas semanas depois das vacinas para dar o primeiro banho.

O motivo disso é que o filhote fica mais fraco logo que toma a vacina e, se em cima disso, vier o stress de um banho, o filhote pode sim acabar ficando doente.

Ou seja, considerando que o filhote tome as vacinas nas datas recomendadas estará pronto para o primeiro banho a partir da 18ª semana.

Aproximadamente três meses e meio de idade.

Por isso, não se precipite.

O cão filhote nas primeiras semanas de vida realmente não deve ser levado pro banho. É muito cedo pra ele e o filhote precisa se fortalecer antes de passar por esse processo.

Procure não se apressar.

Quanto mais puder prolongar esse primeiro banho pra perto desse período melhor vai ser pra ele. Antes disso quanto menos água melhor.

Isso tudo significa que você precisa deixar o filhotinho sujo se (ou melhor, quando) ele aprontar uma encrenca maior?

Claro que não! Até o momento certo da incrível descoberta da água chegar, você pode higienizar o filhote com uma esponja, paninho ou lenço umedecido.

Lembre-se de que o filhotinho já está passando por muitas coisas novas ao mesmo tempo: lidar com cheiros muito fortes e estranhos não precisa ser mais uma delas.

Evite produtos perfumados com os cãezinhos.

Resumindo, a regra é a seguinte: Espere pelo menos 8 semanas pra dar o primeiro banho no filhote (após amamentação). E idealmente espere pelo menos até já ter tomado todas as vacinas.

Agora… Os banhos uma hora vão fazer parte da vida do filhote. Então, começar cedo tem a vantagem de já ir acostumando.

Frequência do banho em cachorro

O mais importante à saber é que você deve evitar dar banhos muito frequentes no seu cachorro.

Os cães são diferentes dos humanos e não precisam banhos com tanta frequência.

A pelagem é uma proteção natural do cão. Os óleos da pelagem fazem parte dessa proteção agindo como barreira externa.

Banho em excesso pode prejudicar essa proteção e ser danoso a pele do cão.

Ou seja, a menos que o cão esteja com alguma sujeira visível ou esteja cheirando mal não existe motivo para banhá-lo.

Para sujeirinhas mais simples e pontuais você pode passar um pano, esponja o lenço úmido para retirar alguma sujeira específica.

Quando chegar a hora do banho do filhote

Tudo na vida tem o seu momento certo, e a hora do banho completo do cachorro vai chegar mais rápido do que você imagina.

Se você tiver a devida paciência e esperar, o dia especial pode ser muito legal. Pra você e pro filhote.

Você pode, tranquilamente, dar banho no seu cãozinho em casa. Isso deixará dono e cão mais próximos, e poderão ser momentos divertidos para ambos.

No entanto, alguns cuidados devem ser observados: apesar de serem poucos e simples, não deixam de ser importantes.

Pra começar tenha tudo que você precisa em mãos. Toalha principalmente. Toalha nunca é demais num banho de cachorro.

Deixe o ambiente numa temperatura aquecida. Evite banhos em lugares muito frios para não ocorrer choque de temperatura no cão.

Na hora do banho, a temperatura da água deve ser morna, e o shampoo ou produto utilizado para a higienização deve ser próprio para filhotes.

É importante que seja o shampoo destinado à cães. Como já mencionado, nunca use shampoo para humanos em cães. Eles tem substâncias que podem ser bastante prejudiciais aos animais.

Em especial, podem prejudicar ainda mais os filhotes que possuem menos proteções naturais do organismo.

Assim, você terá certeza de que o produto não é forte demais para a pele do cão jovem, sensível por natureza.

Na hora do banho seja gentil e chame o cão pra entrar com uma voz alegre, positiva e encorajadora.

O cão tem que se sentir bem nesse momento. Você quer que ele se sinta bem e relaxado. Assim evita de ficar assustado pela experiência que já é difícil pra ele por si só.

Esteja atento para que o shampoo não entre em contato com os olhos, ouvidos e boca do cãozinho.

Se tiver um tapete antiderrapante pra colocar no piso do banheiro é uma boa. Isso dá mais segurança pro cão. Evita problemas de escorregar as patas no piso com o sabão.

Quando a hora da bagunça, digo, do banho, terminar, seque o filhote imediatamente com uma toalha limpa.

Depois não esquece do secador. Existem secadores específicos para cães.

Se não tiver um, pode usar um normal que você use pra secar o seu próprio cabelo.

Mas é fundamental secar muito bem o pelo do animal.

Se o pelo ficar úmido pode gerar fungo. E isso vai ser um grande problema. Até porque fica escondido e pode ser que demore pra você perceber.

Um dos lugares mais comuns de acontecer é nas patinhas no meio dos dedos. É um lugar mais difícil de secar e bastante propício pra desenvolver esse tipo de problema de pele.

Mas claro, durante a secagem cuide pra não aproximar o secador perto demais do cão para não queimá-lo.

Imagine como se você estivesse colocando em você mesmo. Então faça com menos intensidade para o cão. Eles são menores e mais sensíveis.

Especialmente se for um filhote pequeno no seu primeiro banho. Paciência e delicadeza serão fundamentais no início dessa jornada.

Também nunca mire o secador direto nos olhos do cão.

E lembre-se de fazer a hora do banho algo legal e divertido para o seu cão ficar animado e não querer fugir das próximas vezes.

O filhote quando é muito pequeno pode se assustar com o processo e ficar com muito medo futuro caso tenha sido uma experiência traumática pra ele.

É preciso evitar que o banho se torne uma fonte de stress pro animalzinho. Também depende bastante da personalidade do cachorro.

O principal ponto é você manter a tranquilidade durante o processo e oferecer segurança e conforto pro filhote.

Vai ser uma oportunidade também pra que o seu cão conheça e se aproxime mais de você fortalecendo esse laço que está se criando.

Prontinho: daqui para frente, um cachorro molhado se sacudindo e encharcando o dono deixará de ser apenas cena de filme para você!

PET SHOP