Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Como acalmar o cachorro filhote

Então você foi para um abrigo para cães, ou até o pet shop e trouxe de lá um filhotinho para casa.

Você e sua família ficaram todos empolgados e o cãozinho também, porque afinal, uma vida nova é só alegria, não é mesmo?

Mas nem sempre tudo é tão fácil.

Conforme os dias foram passando, desde que o mais novo integrante da casa foi adotado, você percebeu que ele anda muito agitado, ou então não para de choramingar quando é deixado por algum tempo sozinho.

Se esse é o seu caso, continue lendo este artigo e veja as possíveis soluções!

Meu cãozinho é muito hiperativo! O que eu faço?

Calma! Antes de tudo é muito importante nos lembrar que, assim como crianças, todo animal filhote sempre terá energia de sobra e vai aprontar bastante.

Nessa fase, é muito importante interagir com ele.

O ideal é sempre ter alguém disponível para brincar e passear com ele.

É preciso ajudá-lo a gastar toda essa energia que ele tem!

Por que é tão importante interagir com o filhotinho?

É importante porque assim eles não acabam ficando entediados e, por consequência, desenvolvendo hábitos destrutivos como, por exemplo, destruir o sofá ou qualquer outro móvel da casa.

Por isso, é importante realizar tanto atividades que o estimulem tanto física quanto mentalmente.

Algumas brincadeiras boas que você pode fazer com o seu cãozinho são: disputar cabo de guerra e lançar um frisbee ou uma bola para ele pegar.

Um brinquedo de mastigar também pode ser de grande ajuda.

Além das brincadeiras, como já mencionado acima, é importante levá-lo para passear e com uma boa frequência.

O ideal seria duas vezes durante o dia e sempre no mesmo horário.
Então, não pode ter preguiça. De preferência, também, procure sempre levá-lo para lugares arborizados, como parques, pois o contato com a terra faz toda a diferença.

E não se esqueça de sair em horários em que o tempo esteja mais fresco, pois ninguém merece andar debaixo do sol escaldante.

Aproveitando a deixa do passeio, não se esqueça também da socialização.

No início, é comum que muitos cãezinhos sintam medo de estranhos ou com quem ele não convive.

Os cães, em geral, passam a maior parte do seu tempo com humanos. Portanto, é muito importante que eles já sejam socializados desde cedo. E isso não é difícil.

Quando você estiver levando-o para passear, demonstre confiança ao redor de outras pessoas e encoraje-o a fazer contato com elas, caso estas queiram brincar ou fazer carinho nele.

Leve-o para brincar com outros cachorros também. Com certeza vai ser ótimo para ele.

Outro ponto muito importante que deve ser lembrado é a educação, que também já deve ser dada desde cedo.

Mostre quem é que manda na casa e ensine comandos ao seu cãozinho, pois isso pode ser muito útil para controlá-lo quando ele estiver em um estado mais eufórico.

Busque ensinar comandos de obediência como “senta” ou “fica” — no início, será necessário recompensá-lo com petiscos — e, não, não espere para fazer isso só quando ele estiver mais velho, porque quando um mau comportamento se torna um hábito, fica bem mais difícil se desfazer dele e ensinar o que é o certo.

Se você tiver dúvidas a respeito de como fazer isso, confira o nosso Guia de Adestramento de cães.

Às vezes, também é necessário ignorar o seu cãozinho. Mas, calma. Tem hora certa para fazer isso!

Sabe quando o filhotinho está aprontando, mastigando algo ou pulando muito?

Em vez de ir ao encontro dele, passe reto. Simplesmente ignore-o.

Você sabe que ele está fazendo isso só para chamar a sua atenção.

Logo, é justamente nessas horas que você deve ignorá-lo, pois desta maneira ele aprenderá que não é assim que vai conseguir a sua atenção.

Meu cãozinho não para de chorar. Não sei o que fazer!

Você tem dado toda a atenção do mundo para o seu filhote e quando você o deixa por cinco minutos, ele já começa a chorar.

Ou você saiu de casa por algumas horas e depois que voltou, o seu vizinho veio reclamar do barulho que o seu cãozinho fez. Ele pode estar sofrendo com a ansiedade de separação!

E o que pode ser feito em relação a isso?

Quando você estiver em casa, deixe-o ficar sozinho por um tempo.

Sim, é importante deixá-lo sozinho por um tempo, pois assim ele vai entender que não precisa da sua atenção o tempo todo e, dessa forma, vai se tornar mais independente.

Já quando você sair de casa, você pode deixar uma peça de roupa com o seu cheiro para confortá-lo e também deixar algum brinquedo com petiscos (por exemplo: uma garrafa com um furo e petiscos dentro) para ajudá-lo a se distrair e não ficar tão triste.

Viu como é fácil acalmar o seu cachorrinho? Basta seguir essas dicas que logo, logo ele fica tranquilo.

PET SHOP