Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Dar comida para cachorro faz mal?

Se você tem um cachorro em casa, certamente já se deparou com os olhinhos do animal no seu prato de comida.

O aroma dos alimentos é irresistível para os cães, o que faz com que eles sintam o desejo imediato de comer, mesmo pratos que não fazem parte do seu cardápio.

Mas será que dar comida para cachorro faz mal?

A resposta é: depende.

Enquanto existem alguns alimentos humanos que também são saudáveis para os cães, existem outros que estão completamente proibidos, uma vez que podem colocar a saúde dos animais em risco.

Muitas vezes, o problema não está no alimento em si, mas no tempero que ele carrega.

Um bom exemplo está no alho e no sal.

Diferente do que acontece com os humanos, esses ingredientes reagem de forma adversa no organismo do cachorro, desencadeando desordens nas funções gastrointestinais do animalzinho.

Quando se trata de alimentação, saber o que é permitido e o que não é para o seu cachorro é a melhor forma de manter a saúde do animal em dia.

Os alimentos que você NÃO pode dar para o cachorro

O famoso “olhar pidão” dos cachorros faz com que não compartilhar seu prato seja praticamente impossível.

Entretanto, com alguns alimentos você precisa ser mais firme, uma vez que eles podem causar complicações no trato intestinal. Confira os principais:

• Doces

Nunca dê doces para o seu cãozinho!

Por não ter tido acesso à açúcar industrializado em sua evolução, o cachorro não desenvolveu a capacidade de processá-lo.

É por esse mesmo motivo que uvas e uvas passas são proibidas, uma vez que ambas contam com uma quantidade considerável de açúcar na composição.

Sorvete também deve ser evitado. Contém gorduras e açúcar em excesso.

• Chocolate

Nunca dê chocolate para o seu cachorro. O chocolate é altamente tóxico para os cães.

• Comidas temperadas

Cebola e alho são temperos comuns nos pratos brasileiros, mas para os cães, esses alimentos apresentam elementos extremamente tóxicos.

O sal é outro que merece cuidados. Em excesso pode causar problemas gastrointestinais no animal.

• Frutas cítricas

Frutas como limão e laranja são muito fortes para os cães e também devem ser evitadas.

• Sementes de frutas

Algumas frutas são permitidas para os cachorros, mas é necessário estar atento para não deixar que eles comam as sementes das frutas.

Isso porque, sementes de maçã, pera, damasco e ameixa possuem ácido cianídrico, que se transforma em veneno no estômago dos cães.

• Cafeína e bebidas alcoólicas

Ambas provocam alterações de comportamento, mudam o metabolismo do cão, e podem causar danos cerebrais e hepáticos.

• Xilitol

O xilitol é um adoçante artificial altamente tóxico pros cães. É encontrado em diversos alimentos humanos como substituto do açúcar.

Os alimentos que você pode dar para seu cãozinho

Nem todos os alimentos humanos estão proibidos, especialmente aqueles de origem natural, como frutas e verduras.

Veja algumas opções de comida que podem ser compartilhadas, mas lembre-se sempre de que elas não devem conter temperos.

• Frutas

Banana, maçã, pera, manga, pêssego, melancia e melão são algumas opções de frutas que são saudáveis para os cães.

Apenas não se esqueça de tirar as sementes, para que ele possa saborear o alimento sem preocupações.

Porém, evite frutas cítricas como laranja e limão. Essas podem irritar o estômago do seu cão.

Também não ofereça uva. Essa é uma fruta que cães não devem comer.

• Carne

Os cães são animais carnívoros e amam comer carne.

Carne de gado, frango, peixe, porco e peru são excelentes para o animal.

Apenas cuide para oferecer cortes magros cozidos, sem espinhas (no caso do peixe) e, claro, sem temperos e sem muito sal.

• Ovos

Para os cães, os ovos representam uma boa fonte de proteína.

Você pode oferecer o alimento cozido, sem casca e sem sal.

• Vegetais

Vegetais como brócolis, cenoura, pepino, abobrinha e batata branca, espinafre e batata doce contam com vitaminas importantes para a saúde do animal e você pode misturá-los quando cozidos com a ração.

• Arroz

O arroz oferece vários nutrientes e é uma opção saudável para os cães.

• Pães e cereais

Os cachorros podem comer pães e cerais como o trigo. São excelentes fontes de energia e fibras para o animal.

• Leite e queijo

Em pequenas quantidades não é problema. Mas não pode ser muito.

Em excesso, esses alimentos podem causar diarreia.

E alguns cães são intolerantes à lactose. Então fique de olho se esse é o caso do seu.

Queijo só deve ser oferecido como petisco. Alguns adestradores gostam de usar como recompensa na hora do treino.

Importante: esses alimentos devem ser utilizados como complemento à dieta dos cães ou como petisco, não como substitutos à ração. A ração produzida para cães é o alimento mais indicado como fonte principal e balanceada para o animal.

Os riscos da comida humana para os cães

Como você viu, compartilhar a comida com o seu cachorro depende de que alimento você está consumindo.

Pessoas e cães não têm exatamente o mesmo cardápio porque o sistema digestivo do cachorro é diferente do sistema digestivo dos seres humanos.

Isso significa que enquanto um alimento não causa grandes complicações para uma pessoa, para um cãozinho pode ser extremamente prejudicial, até levando à óbito em casos extremos.

É justamente por ter um organismo tão diferente do nosso que os cães podem ficar com a saúde debilitada dependendo da comida que receber de seu dono.

De fato, ao dar um alimento que não foi desenvolvido para as necessidades do animal, você pode estar expondo seu amigo a toxinas.

Alguns alimentos podem provocar diferentes enfermidades nos cães, como diarreia, vômito, úlcera, desidratação e até quadros de pancreatite.

Além disso, quando um cachorro consome muita comida humana, tende a ganhar mais calorias do que devia, levando à obesidade ou problemas cardíacos.

Não é à toa que alimentos específicos para os cães foram desenvolvidos: as rações.

A ração tem uma série de nutrientes e vitaminas em sua composição, com todos os elementos que os cães precisam para ter uma alimentação saudável e equilibrada.

E se você já ouviu alguém falando que “antigamente todo mundo dava comida para os cães e nada acontecia”, saiba que esse é um mito.

De fato, as rações começaram a ser produzidas porque os cachorros adquiriam parasitas ao comer carne crua ou alimentos humanos, o que encurtava a vida dos animais.

Compartilhar comida só nas condições certas

Na hora de oferecer um pouco do seu alimento para um cachorro, lembre-se de conferir se tudo o que você está comendo é adequado para o animal.

Além disso, os alimentos permitidos devem ser vistos como petiscos, nunca oferecidos em quantidade para não impactar na nutrição do cão.

Dessa forma, você faz um agrado para seu cãozinho, sem prejudicar a saúde!

PET SHOP