Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Como Ensinar o Cachorro a Passear Sem Puxar a Guia

como-passear-com-o-cachorro-sem-ele-puxar-a-guia

Sejamos francos, cães não nascem sabendo andar na guia. Se o seu cão está puxando a guia, você deve oferecer direcionamento e treinamento caso contrário o seu cão irá puxar mais e mais. Se você recém pegou um filhote ou um novo cão, é uma boa idéia iniciar uma educada caminhada desde o primeiro dia. Se o seu cão estiver puxando a guia, você precisará colocar mais esforço em erradicar esse hábito que se permitiu enraizar com o passar do tempo.

Mas por sorte, com paciência, as técnicas certas e a ajuda de alguns petiscos macios e saborosos você logo estará no caminho para caminhadas menos frustrantes. Apenas procure treinar em áreas mais calmas no inicio. Assim que o seu cão ficar melhor, você pode então gradualmente incorporar distrações.

1 – Pare de reforçar o ato de puxar

O seu primeiro passo é parar de ser arrastado por aí. Toda vez que você permitir que o seu cão puxá-lo por aí você está reforçando o comportamento. Cães executam comportamentos que estão sendo reforçados e o reforço mantém os comportamentos vivos. Se o seu cão quer ir cheirar um arbusto ou conhecer outro cão e puxa você para ter acesso a eles, o seu ato de puxar é recompensado porque ele recebe permissão para fazê-lo.

Mesmo apenas um pequeno passo adiante ou estender a sua mão ou braço um pouco que seja pode reforçar o ato de puxar. Considere que qualquer pequeno progresso que deixe o seu cão mais perto do seu objeto de interesse irá fazer o ato de puxar valer. É por isso que guias retráteis encorajam o ato de puxar. Toda vez que o cão puxa, mais linha rola, em última instância recompensando o ato de puxar do cão. Além disso, considere que cães possuem reflexo de oposição, ou seja, uma resistência natural a pressão.

Se toda vez que o seu cão puxar, você puxar de volta com a sua coleira tentando pará-lo, ele irá puxar ainda mais, então preste atenção no que você faz quando o seu cão puxa. Você está andando para frente? Está estendendo a sua mão ou braço? Está puxando de volta? Você pode não perceber essas coisas até que se torne consciente delas.

2 – Invista em peitorais anti-puxão

Fazer um cachorro parar de puxar você por aí é muito mais fácil se você usar as ferramentas apropriadas. Se o seu cão é grande e forte, você pode querer considerar usar um peitoral anti-puxão também conhecida como coleira frontal porque a guia se prende num anel frontal pelo peito do cão. Porque este tipo arreios controlam o torso do cão, você terá mais controle e poderá finalmente dizer adeus a todos aqueles sons de engasgos associados aos colares de pescoço.

E se você tiver um cão de pequeno porte, você ainda assim poderá querer continuar com uma coleira anti-puxão pois muitos cães pequenos como o Yorkie, Chihuahua e Pomeranian estão sujeitos a colapso de traquéia, uma condição que piora pela pressão da coleira contra a traquéia.

3 – Siga as Regras

Uma vez que você entender como ser carregado e puxar de volta com a guia encoraja o cão a puxar, é hora de seguir algumas simples regras. Você deve deixar claro para o seu cão que você irá parar quando ele começar a puxar e caminhar quando a guia estiver solta. Pense numa guia solta como um acelerador e uma guia estendida como um freio. O momento que o seu cão começar a caminhar rápido e a guia começar a ficar estendida, começe a caminhar mais devagar e fique completamente parado uma vez que a guia ficar tensa.

Garanta que você está sendo muito consistente já que o cão aprendem com a consistência. Se você seguir estas regras com cuidado nas caminhadas matinais, mas aí, quando você levar o cão no parque você permitir ele puxar você por tudo você não está sendo consistente. Isso só ensina o cão que puxar vale a pena porque de vez em quando funciona.

como-passear-com-o-cachorro-sem-ele-puxar-a-guia-infografico

4 – Treine para o cão ficar junto

Em algum ponto, assim que o seu cão começa a parceber que puxar não está mais funcionando para leva-lo do ponto A ao ponto B, ele começará a olhar para você, quase como quem pergunta “E agora?” Esse é um bom momento para treinar o seu cão no que fazer. Uma vez que você parou e o seu cão estiver na sua frnete, diga a palavra “junto” e mostre ao seu cão um petisco de forma que venha para perto de você .

Você terá que fazer um movimento em semi-circulo com a sua mão para que o seu cão olhe na mesma direção em paralelo com você. Uma vez que o seu cão estiver ao seu lado na posição “junto”, elogie-o, recompense-o com um petisco e começe a caminhar. Repita diversas vezes.

Não se preocupe você não precisará sempre mostrar um petisco para o seu cão para que ele venha perto de você. É importante parar de mostrar o petisco em algum momento caso contrário você estará arriscando mimar o seu cão e ele não ficará junto a menos que veja o petisco. Uma vez que o seu cão entenda o significado da palavra junto, esconda o petisco numa mão ou bolso, e dê depois que o seu cão vier para o seu lado. A idéia é fazer do seu lado um ótimo local para estar.

A medida que o treinamento progredir, petiscos podem ir sendo retirados, você pode dar um de vez em quando ou você pode usá-los para recompensar performances excepcionais. Continuar caminhando uma vez que o seu cão esteja ao seu lado também é uma grande recompensa para o seu cão pois os cães amam continuar se movendo!

Ensinar o cachorro a passear sem puxar a guia irá levar algum tempo, mas se você for consistente é um investimento vitalício que irá fazer as suas caminhadas muito mais prazerosas. Mas ensinar o seu cão a passear na guia não significa que o cão perde o privilégio de fazer as coisas que gosta. Ao contrário, cria um compromisso. Seu cão pode ir cheirar um arbusto ou dar um alô para o vizinho desde que a guia não esteja esticada. Isso em última instância oferece uma situação de ganha a ganha para todos. Bom passeio!

PET SHOP