Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Cachorro latindo forte: entenda o que o seu cão pode estar querendo dizer

O latido é uma das formas que o cão tem para comunicar com outros animais e com os humanos, seja para demonstrar seu estado de espírito ou para alertar sobre uma situação.

Mas o que significa quando o cachorro está latindo forte? Se essa for a sua dúvida, entenda o que o seu cão pode estar querendo dizer ao conhecer os diferentes tipos de latido.

Por que os cães latem?

Da mesma forma que nós, seres humanos, utilizamos a nossa voz como ferramenta de comunicação, os cachorros emitem latidos para transmitir uma mensagem.

Em outras palavras, é como se os latidos fossem o recurso para que os cães apresentem suas necessidades para o mundo.

Os latidos podem ter diferentes significados, dependendo do contexto em que o cão está inserido.

Eles podem latir diante da frustração, para identificar uma necessidade (para pedir algo), como forma de cumprimento ou em um momento de diversão.

Além disso, o latido também serve para o cachorro lidar com situações de estresse e medo, emitir um alerta para pessoas ou animais próximos e até para espantar o tédio – sendo este último fácil de identificar entre os cães que passam longos períodos sozinhos.

Para os cães, o latido é uma necessidade fisiológica tanto quanto os humanos têm a necessidade de socializar.

Entender o que o cão pode estar querendo dizer por meio do latido é muito importante, especialmente para criar estratégias para acalmar o seu amigo.

Embora essa seja uma parte importante da comunicação canina, não é a única forma utilizada pela espécie. Os cães também conseguem se comunicar por meio de movimentos corporais, cheiros e outros sons, como o rosnar ou o chorar.

Tipos de latido

Engana-se quem pensa que os cães latem sempre da mesma maneira, para todas as situações.

De acordo com o escritor Brian Hare, autor do livro “The Genius of Dogs”, os latidos são divididos em três grupos principais, com diferentes subdivisões em cada grupo.

Na obra, Hare apresenta pesquisas recentes que mostram que os cães evoluíram significativamente nos últimos anos, o que os permitiu desenvolver novas “modalidades” de latidos, com diferentes volumes, durações e frequências – é como se o cachorro tivesse um latido para cada situação.

Se o seu cachorro está latindo forte, saiba que a melhor forma de entender o que seu cão pode estar querendo é observar o contexto do momento para enquadrar o som em um dos três tipos descritos abaixo:

Latido de alerta

O cachorro costuma ter uma sensibilidade a situações incomuns muito grande. Por isso, quando algo foge da rotina que o animal está acostumado, ele sente que é necessário avisar o tutor, emitindo o latido de alerta.

Normalmente, o latido de alerta acontece quando a campainha da porta toca ou quando o carteiro passa para deixar uma correspondência.

São latidos fortes, de curta duração e volume alto, para que você perceba rapidamente que tem algo “diferente” acontecendo.

Podemos enquadrar ainda, dentro do latido de alerta, os latidos que dão a sensação de que o cachorro está enfrentando alguma dor.

Nesses casos, é importante estar atento para identificar algum problema de saúde.

Latido para chamar a atenção

Diferente do latido de alerta, que geralmente representa uma mudança do padrão que o cachorro está acostumado, o latido para chamar a atenção é o meio que o cachorro tem para te contar que está entediado.

Os cachorros que gostam de brincar ou passear costumam emitir o latido para que você realize esse desejo. São latidos curtos, espaçados e que mudam o volume, de acordo com a percepção do cão de que está sendo notado.

Latido para brincar

O latido para brincar é aquele que o cão emite quando está extremamente empolgado com a situação. Ao latir, o que o seu cão pode estar querendo dizer é que está gostando da diversão, que está entusiasmado e feliz por ter você por perto.

O que fazer para acalmar o cachorro latindo forte?

Uma vez que você conhece os principais tipos de latido, o primeiro passo para acalmar o animal é observar o que está acontecendo ao seu redor.

Afinal, em um latido de alerta pode haver algum risco real, seja um outro animal ou uma pessoa entrando no território do cão.

Se após você conferir a situação, perceber que não há nada de errado e o cachorro continuar latindo forte, é preciso tentar acalmá-lo.

Instintivamente, temos a tendência de brigar ou gritar com o animal para que ele faça silêncio mas, na prática, o efeito costuma ser o contrário, uma vez que o cão entende que você está “participando” da comunicação.

Assim, o segredo é aplicar a psicologia reversa.

Quando seu cão latir forte, aguarde que ele pare, espere um pouco e dê algum tipo de recompensa, seja um petisco ou uma boa dose de carinho. Enquanto dá o presente, repita com calma e firmeza a palavra “quieto” várias vezes.

Com o tempo e a repetição da sua atitude, o cão vai associar a palavra com o comportamento desejado, parando de latir sempre que você repetir o termo.

Apenas tenha em mente que esse aprendizado não acontece do dia para a noite e que é sempre bom continuar com as recompensas quando ele acertar.

É uma dica simples, mas que permite que você acalme o cachorro latindo forte. Certamente, seu cachorro vai ficar feliz com a atenção e a recompensa oferecida.

PET SHOP