Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Como adestrar meu cachorro filhote

Os primeiros meses de vida de um cachorro representam o período ideal para ensinar comportamentos, desde fazer xixi no lugar certo, até se comportar diante de outros animais.

Se você está perguntando “como adestrar meu cachorro filhote?”, a resposta é mais simples do que parece: com adestramento positivo.

Técnica de adestramento positivo

Um dos métodos mais utilizados atualmente por quem quer adestrar um cachorro filhote é o adestramento positivo. Ele é interessante porque reforça os comportamentos desejados ao valorizar o feito do animal.

Assim, se você deseja que o cachorro coma em determinado local, por exemplo, cada vez que ele repetir o comportamento correto, você oferece uma recompensa (que pode ser um carinho ou um petisco).

Mas, se ele levar o alimento para o lugar errado, você retira a comida e não dá atenção.

É importante ter em mente que o cachorro filhote aprende com reforços. Ou seja, quanto mais ele nota a ligação de um comportamento com um resultado positivo, mais ele tende a repetir.

No adestramento positivo, gritar, fazer barulhos ou falar “não” são atitudes que devem ficar de lado.

O animal vai aprender mais rápido ao perceber que ganha algo em troca cada vez que acerta um padrão, do que com gritos quando erra.

A parte mais importante depois de entender o que é o adestramento positivo, é aprender a aplicar em casa.

Com dicas muito simples, é possível ensinar não apenas comandos, mas também comportamentos que você deseja que seu cão tenha.

Como adestrar meu cachorro filhote em casa?

Com uma boa dose de paciência, qualquer pessoa pode fazer o adestramento positivo do filhote em casa.

O mais importante nestes primeiros meses é estar atento e dar uma recompensa no momento em que o cachorro acertar um comportamento.

Como os cães tem uma memória curta, o reforço imediato faz com que essas relação de “acerto-vitória” seja fixada com mais facilidade.

O reforço pode ser um carinho, um brinquedo ou um petisco: cada cachorro reage de forma diferente aos estímulos.

Entretanto, a maioria deles prefere a comida, que pode ser substituída pelo reconhecimento em forma de afago nos meses posteriores, já na fase adulta.

Um exemplo prático é o local certo para fazer xixi. Quando o filhote acertar o local e você perceber rapidamente, dê um petisco ou um carinho para parabeniza-lo por essa conquista.

A partir do momento que o animal entender que cada vez que faz xixi no local certo ganha algum benefício, o comportamento vira um hábito.

Agora, quando o animal fizer algo errado, como subir no sofá ou destruir um sapato, não grite, não faça escândalo, apenas tire o cachorro do lugar e coloque em outra área, sem dar atenção ou carinho.

Essa “indiferença” também funcionará como método de reforço para as atitudes corretas.

Cada um no seu ritmo

O adestramento positivo pode ser usado para ensinar qualquer coisa, desde morder somente brinquedos, até ficar junto de você em um passeio – mas você precisa ter paciência.

Cada animal tem seu próprio ritmo de aprendizagem, assim como os seres humanos. Faça o possível para não confundir o animal, dando recompensas somente diante do acerto.

Com um pouco de persistência, você vai transformar seu filhote em um adulto obediente.

PET SHOP