Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Cuidados com Yorkshire filhote: 10 dicas para criar o seu cãozinho!

A raça Yorkshire é uma das mais populares entre adultos e crianças.

O tamanho compacto, a inteligência e o temperamento fazem deste cão a companhia ideal para qualquer pessoa.

Se você está pensando em trazer um animalzinho para sua família, é importante saber os principais cuidados com Yorkshire filhote. Veja 10 dicas para criar o seu cãozinho a seguir!

As características do Yorkshire Terrier

O Yorkshire é o tipo de cãozinho que conquista no primeiro olhar.

Extremamente simpático e curioso, se adapta facilmente a novos ambientes, o que combinado com o tamanho pequeno, faz com que a raça seja a mais buscada por aqueles que moram em apartamentos.

Normalmente, um Yorkshire pesa entre 3 e 4 kg. Os Yorkshires são bem peludos, o que faz necessário tosas constantes ou ainda prender parte do pelo para maior conforto do animal.

Se bem cuidado, um Yorkshire pode viver até 15 anos.

Em geral, os Yorkshires têm um temperamento bastante agradável, mas podem se tornar teimosos ou irritadiços quando provocados ou assustados com alguma situação.

E apesar de terem uma boa relação com as crianças, são mais adequados para crianças mais velhas, que entendem e respeitam o animal.

10 dicas para criar o seu Yorkshire

Por ser um cãozinho de raça, é muito raro que uma família adote um Yorkshire adulto.

Assim, se você está recebendo um filhote em casa, saiba que essa é uma fase crucial para que o cachorro desenvolva algumas habilidades, incluindo a obediência.

É preciso ter alguns cuidados com Yorkshire filhote, para que o seu cãozinho tenha sempre a saúde em dia!

1. Uma boa alimentação é fundamental

O cachorro Yorkshire é um animal com algumas sensibilidades, o que faz com que não seja recomendável dar qualquer tipo de ração para ele.

O ideal é oferecer ração de alta qualidade, com um percentual baixo de gordura, para evitar o sobrepeso.

Além disso, é sempre bom seguir a recomendação de porções diárias identificadas por um veterinário, para que você não acabe dando mais comida do que o necessário para o cãozinho.

2. Vacinação

Existem uma série de doenças caninas que podem causar um problemão para os filhotes. Algumas, como a cinomose e a raiva podem ser fatais.

A melhor forma de proteger seu Yorkshire é dar as vacinas. A partir da 45 dias de idade já chegou a hora de iniciar a primovacinação.

3. A importância dos passeios diários

Por ser um cachorro de porte pequeno, muita gente acredita que somente as caminhadas dentro de casa são suficientes para gastar a energia deles.

Porém, essa não é a realidade! Os Yorkshires têm uma personalidade ativa e curiosa, ou seja, eles realmente gostam de fazer um passeio.

Antes mesmo de adotar o seu cãozinho, confira se sua rotina permite alguns passeios ao longo do dia, uma vez que a atividade faz bem para o físico e para o psicológico do animal, diminuindo o tédio e o estresse.

4. Invista na socialização desde os primeiros meses

Muitos cachorros adultos, das mais variadas raças, têm dificuldades em socializar com outros cães ou mesmo com os humanos.

Esse tipo de comportamento poderia ser facilmente evitado, com uma socialização nos primeiros meses de vida.

Por mais que o Yorkshire seja um cãozinho simpático, se não houver esse momento de socialização quando pequeno, é possível que ele desenvolva resistência em conviver com outros animais e pessoas.

Por isso, procure colocá-lo em contato com outros seres desde os primeiros dias.

5. Adestre o seu York

Cuide muito para não mimar o seu yorkshire. Eles podem ficar impossíveis!

E depois que isso acontece fica muito mais difícil de segurar.

Dois problemas principais no caso do York.

Um é fazer as necessidades fisiológicas por toda a casa.

O outro é que eles latem muito e tem um latido estridente. Pode ser um incômodo. Em especial, quando você recebe visitas. O seu cão pode ficar latindo histericamente sem parar deixando todos com dor de cabeça e sem poder conversar.

Por isso, o quanto antes você começar a adestrá-lo, melhor vai ser o comportamento do seu cão.

Temos um Guia de Adestramento de Cães – Passo a Passo que mostra como você mesmo pode ensinar o seu cão nesses e em outros pontos importantes.

6. Tenha cuidado ao pegar o filhote de Yorkshire

Se na fase adulta o Yorkshire é um cachorro bem pequeno e sensível, quando filhote essas características são ainda maiores.

Ter cuidado com o filhote é essencial, inclusive no tato, ao evitar pegá-lo de forma que o animalzinho fique machucado.

Isso não significa que o cachorro deve ficar em uma bolha. Como falamos na dica anterior, a socialização também é importante.

Assim, sempre que o seu Yorkshire socializar com outros animais ou pessoas, fique de olho em como a situação se desenvolve, para intervir se necessário.

7. Pelos sempre brilhosos e saudáveis

Os Yorkshires são cachorros com uma pelagem comprida e em grande quantidade. Manter os pelos sempre limpos e livre de nós é fundamental para a higiene do animal, impactando ainda em sua saúde.

Desenvolva o hábito de escovar os pelos do cachorro diariamente. Dessa forma, os temidos nós serão evitados, além de manter os fios sempre brilhosos.

8. Mantendo a higiene dos Yorkshires

O banho e a tosa não estão entre os cuidados com Yorkshire filhote, pelo menos nos primeiros meses.

Mas assim que o animal crescer um pouco, é interessante criar uma rotina quinzenal ou semanal para os banhos e as tosas higiênicas na fase adulta.

Como o Yorkshire é muito peludo, os pelos do rosto (em contato com a boca e com os olhos) precisam ser aparados, para que ele tenha mais conforto e possa desenvolver suas atividades normalmente.

9. Dentição dupla: Um problema comum

Um problema de saúde que costuma acontecer com frequência entre os Yorkshires é a dentição dupla.

Isso acontece quando os dentes de leite não caem e os definitivos nascem, fazendo com que o cãozinho tenha dois dentes no lugar que seria de um só.

Essa dentição dupla causa diversos problemas à saúde bucal do animal, mas não há nada que se possa fazer para prevenir.

Se após o primeiro ano de vida do Yorkshire você perceber que os dentes não caíram, é importante visitar um veterinário para que ele avalie a situação.

10. Dê muito amor!

A fase filhote de um cachorro é uma das mais especiais!

Os filhotes são interessados, animados e estão sempre dispostos a brincar. Por isso, aproveite esse momento com o seu cãozinho para dar muito amor e construir boas lembranças.

PET SHOP