Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Como fazer para o cachorro parar de latir à noite

O latido é a forma que os cães têm de se comunicar com outros animais e com seres-humanos, algo que quem gosta de cachorro já está acostumado.

O problema é quando esses latidos passam a acontecer no período da noite, atrapalhando o sono dos moradores e até dos vizinhos.

Mas como fazer para o cachorro parar de latir à noite?

Ainda que a maioria dos cachorros passem a noite inteira dormindo, muitos deles acabam tendo o sono mais leve, o que pode provocar latidos excessivos em horários não tão agradáveis.

É sempre bom lembrar que o latido geralmente tem um significado para o cão. Esse não é um instinto involuntário, mas uma forma de comunicação que pode representar diferentes sensações.

Os cães latem para proteger seu território, para avisar que algo diferente está acontecendo e por medo do desconhecido. Entretanto, latir também pode significar que o cachorro se sente sozinho ou que está entediado.

Se o seu cachorro está latindo muito à noite e não há nada de ameaçador que possa estar gerando a reação, é muito provável que ele só esteja querendo chamar a sua atenção.

Nesse caso, pode ser que seja um pedido para brincar, comer, tomar água ou apenas ganhar uma dose de carinho. Para os cachorros, latir é a única maneira de chamar a atenção dos donos e aliviar a tensão que estão passando no momento.

Por isso, para fazer um cachorro parar de latir a noite, é necessário considerar vários fatores da rotina do cãozinho, ajustes que são feitos ainda durante o dia.

Para te ajudar nesta tarefa, separamos 5 dicas práticas de como fazer o cachorro parar com os latidos noturnos. Confira!

1. Gaste a energia durante o dia

Os cães são animais extremamente sociáveis e inteligentes, o que faz com que eles precisem exercitar o corpo e a mente durante uma parte do dia.

Quando os cachorros não gastam a energia como deveriam, continuam agitados com a noite, fazendo com que os latidos passem a ser um pedido de “quero brincar agora!”.

Para evitar essa situação, separe alguns minutos do seu dia para passear com o bichinho ou incentivá-lo a brincar, movimentando o corpo todo.

Vale usar brinquedinhos para que ele busque e devolva, ou uma voltinha pelo quarteirão.

2. Veja se o cachorro se está bem alimentado e tem acesso à água durante a noite

Muitas vezes, os latidos noturnos servem para avisar que o cãozinho não está se sentindo confortável, seja por falta de água ou por fome.

Por isso, antes de colocá-lo para dormir, confira se há um pote com água por perto e se ele foi alimentado.

Não é necessário manter um prato de comida por perto, porque alguns cãezinhos acabam comendo exageradamente, mas a água é fundamental.

Assim, se o cachorro acordar no meio da noite, com sede, terá acesso rápido e voltará a dormir.

3. Não grite para o cachorro parar de latir

Um dos comportamentos mais comuns entre os tutores é gritar quando o cachorro começa a latir.

Por mais que a intenção seja “alertar” que é preciso ficar em silêncio, o cão entende justamente o contrário, já que considera o grito como mais uma fonte excitação.

Quando seu cachorro começar a latir no meio da noite, ao invés de gritar com o animal tente entender o motivo dos latidos e resolver a questão. Depois procure acalmá-lo.

Ao observar a sua atitude, a tendência é que o cãozinho se controle e, pouco a pouco, pare de latir.

4. Use as técnicas de adestramento do reforço positivo

Uma das técnicas mais eficazes no adestramento de um cão é o reforço positivo, em que o tutor dá uma recompensa cada vez que o cão faz algo certo.

Para incentivar o seu pet a parar de latir durante a noite, mostre para ele o que ele vai ganhar quando ficar em silêncio.

Vá até o animal, espere que ele pare de latir e dê um petisco de recompensa.

No nosso Guia de Adestramento – Passo a Passo você encontra todos os detalhes de exatamente como executar essa treinamento para ensinar o seu cão a parar de latir.

O cachorro consegue relacionar que o comportamento de ficar quieto gerou uma consequência positiva, o que faz com que ele queira repetir a atitude nas próximas vezes.

5. Um ambiente tranquilo para o cachorro

Existem casos em que são fatores externos que despertam o cachorro e fazem com que ele lata durante a noite.

Se você mora em uma casa, é possível que o cão lata ao ver um gato ou mesmo um animal noturno.

Se você identificou que esse é um motivo para os latidos, considere criar um ambiente tranquilo para o cão.

Dê preferência para espaços em que a visibilidade de todo o terreno (ou território) não seja tão fácil, para que nenhuma distração entre em seu campo de visão.

Com todos esses recursos, é provável que os latidos a noite diminuam consideravelmente. Assim, todo mundo fica feliz: o cãozinho por estar tranquilo e você por dormir bem!

PET SHOP