Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Por que meu cachorro tá latindo rouco?

O latido é uma forma de comunicação usada por todos os cães. Pode ser que alguns latam mais e outros menos.

Em todo caso, o latido pode ser muito importante para entender o seu cachorro, tanto psicológica quanto fisiologicamente.

Se o seu cachorro passou um bom tempo latindo bastante, seja porque estava muito empolgado, ou por algum outro motivo pontual, é normal que ele fique um pouco rouco.

Neste caso, a rouquidão passa dentro de um ou dois dias.

E o que causa latido em excesso?

Cães podem latir muito mais do que o normal quando estão empolgados com alguma coisa.

No entanto, quando se trata de empolgação, o animal, depois de ter latido muito, começa a sentir algum desconforto nas cordas vocais e acaba parando de latir para dar um descanso a sua voz.

Os latidos em excesso também podem ser causados pela ansiedade, estresse e/ou tédio, principalmente se o seu cachorro fica muito tempo sozinho em casa.

Para evitar isso, antes de sair de casa, o dono pode deixar alguns brinquedos com petiscos para o cão ficar entretido e se distrair.

Levar o cachorro para dar uma volta e deixá-lo cansado também pode ajudar.

Caso nada disso resolva e ele continue a latir em excesso, recomenda-se então procurar a ajuda de um adestrador profissional.

Outros motivos que podem fazer com que um animal acabe latindo muito são problemas de saúde, como alguma disfunção cognitiva, ou algum desconforto relacionado a alergias, parasitas ou algum ferimento não detectado pelo dono.

Se você perceber que o seu pet anda latindo muito, ainda que ele não apresente rouquidão, procure observá-lo para entender o que está acontecendo.

E se o seu cachorro não é de latir muito e nem passou muito tempo latindo direto, mas está apresentando rouquidão, também é bom ficar de olho.

Abaixo alguns problemas que podem deixar o seu cão rouco.

1. Infecção do trato respiratório superior

Tais infecções podem ser causadas por bactérias, vírus ou fungos. Os sintomas podem ser os mesmos de uma gripe comum, e um deles é a rouquidão.

Outros sintomas incluem tosse, espirros, chiado, perda de apetite, febre, dificuldade de respirar e de engolir, entre outras coisas.

Alguns vermes parasitas que se alojam no pulmão também podem causar tais infecções.

2. Laringite

A laringite trata-se de uma inflamação da laringe — onde se encontram as cordas vocais — o que deixa a voz rouca ou áspera. A inflamação pode ser causada por bactérias, vírus ou fungos, bem como pela inalação de alergênicos.

Outros sintomas relacionados a laringite são tosse, respiração ofegante, febre, gengivas azuladas e aumento da frequência cardíaca.

3. Trauma de laringe

Traumas de laringe podem ser causados por lesões no pescoço do animal, o que por sua vez pode causar rouquidão e dificuldade para latir.

Movimentos bruscos ou ferimentos causados por mordidas ou por algum objeto pontiagudo são as maiores causas deste tipo de trauma.

Uma coleira muito apertada também pode causar danos a um cachorro.

Se você percebeu ou suspeita que o seu cão recebeu algum dano na região do pescoço, procure por assistência médica imediatamente.

4. Paralisia da laringe

Esta condição é mais comum entre cachorros mais velhos e entre certas raças de grande porte como o Labrador, Dálmata, Golden Retriever e outros.

Ela ocorre quando os nervos controladores dos músculos que seguram e movimentam o tecido da laringe enfraquecem ou recebem algum dano.

Basicamente, a laringe fica constantemente semiaberta, ou seja, não tem força suficiente para abrir durante a inspiração e nem para fechar durante a deglutição, o que dificulta a respiração do cachorro e também deixa as suas vias aéreas desprotegidas.

Além da rouquidão, um cachorro com esta condição também pode apresentar um latido enfraquecido e acompanhado de um assobio, uma respiração ruidosa, edema na laringe e até desmaios.

Se não for bem tratada, esta paralisia pode levar a uma obstrução das vias aéreas e levar o animal à morte.

Portanto, em alguns casos é necessária uma intervenção cirúrgica.

5. Intoxicação e envenenamento

Caso o seu cachorro entre em contato com algo tóxico ou coma uma planta venenosa, ele também pode apresentar um latido ou voz rouca.

Além disso, ele pode apresentar outros sintomas como vômitos, diarreia, excesso de vocalização e dificuldade para respirar.

Nesta situação, corra para o veterinário.

6. Procedimentos médicos

Alguns procedimentos como limpeza dos dentes ou alguma cirurgia em que o cachorro tenha sido entubado também podem causar rouquidão na voz do animal.

Geralmente, essa rouquidão passa depois de um ou dois dias. Caso ela dure mais do que esse tempo, consulte um veterinário.

Na dúvida, sempre procure levar o seu cachorro a um veterinário para descobrir a causa da rouquidão e buscar o melhor tratamento.

Afinal, o bem-estar do seu pet deve vir sempre em primeiro lugar.

PET SHOP