Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Como o cachorro pega raiva?

Como o cachorro pega raiva
Foto por Steve Garner – flickr

A raiva é uma doença muito antiga e a mais conhecida das zoonoses (infecções e doenças transmitidas entre animais vertebrados e humanos).

Nas áreas urbanas, na maioria dos casos, é transmitida através da mordida de um cão infectado em outro sadio, porém, esta não é a única forma de transmissão.

O contato por sangue ou saliva de um animal infectado com qualquer orifício ou ferida aberta também pode causar o contágio do vírus.

O gato é outro animal doméstico que pode transmitir a doença. Nas florestas e em zonas rurais, a enfermidade também é transmitida por lobos, raposas, morcegos, gambás e guaxinins.

Inclusive, há casos raros de transmissão através da inalação de gases de animais em decomposição. Isso é mais comum em cavernas com grande quantidade de morcegos, onde o vírus é generalizado.

Sintomas da raiva em cães

O vírus da raiva se instala e se multiplica em nervos periféricos e depois atinge o sistema nervoso.

Num cachorro com a doença da raiva, a primeira fase da doença (período de incubação) dura de 2 a 3 dias e são observadas ansiedade, solidão, febre e mudanças de comportamento.

Caninos amigáveis podem se tornar tímidos ou irratadiços, desferindo até mordidas. Enquanto que animais agressivos podem se tornar afetuosos e dóceis.

Na segunda fase, mais comum em gatos, os animais podem entrar no estágio furioso.

Ficam inquietos e hipersensíveis a estímulos auditivos e visuais. Decorrentemente, ficam desorientados, têm convulsões e, eventualmente, morrem.

Cachorros que não passam pelo estágio furioso, vão direto para a fase paralítica, quando o vírus atinge a garganta e o diafragma, dificultando tanto a respiração quanto a capacidade de engolir.

E, além disso, afetam músculos faciais causando paralisias. É comum os animais emitirem um som sufocante e os donos pensarem que estão engasgados.

Sem conseguir se alimentar bem e com insuficiência respiratória, fica difícil evitar o óbito.

Qual o tratamento da raiva?

Infelizmente, ainda não existem tratamento para raiva e nem cura. Pela gravidade e rapidez da doença, que afeta o sistema nervoso e o cérebro do animal, geralmente, o cachorro morre em poucos dias.

Vale lembrar que, em todo o mundo, os cães são os principais transmissores do vírus.

Portanto, se precaver contra a enfermidade é cuidar, ao mesmo tempo, de você e do seu companheiro canino.

Caso o cachorro esteja muito agressivo, até mesmo com o seu dono, é indicado contactar especialistas para levarem o animal até um veterinário de maneira segura para todos.

Quando vacinar contra raiva?

Para evitar que o seu cachorro possa correr o risco de contágio da doença, é imprescindível a vacinação. Esta é a melhor forma de se prevenir contra o vírus.

Nos filhotes, a vacina deve ser aplicada após o cãozinho completar 130 dias de vida, aproximadamente.

Se adotou um cão mais velho e não sabe o seu histórico, também é importante vaciná-lo.

Se por acaso seu cachorro sofreu uma mordida de outro animal, é indicado consultar um veterinário o quanto antes possível.

PET SHOP