Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Quais as vacinas para cachorro filhote?

Quais as vacinas para cachorro filhote

Foto por Rob Swatski – Flickr

A maior dúvida na adoção ou compra de um filhotinho, além da alimentação, é com relação a quais as vacinas para seu cachorro filhote.

Em primeiro lugar, é necessário um exame clínico feito pelo Médico Veterinário compreendendo diversos pontos tais como aferição de temperatura, teste do turgor cutâneo para verificar hidratação, observação da coloração das mucosas, aspecto da pele e se há lesões, presença de ectoparasitos (pulga e carrapato), ausculta cardíaca e pulmonar, limpeza dos condutos auditivos, onde é verificado o odor e aspecto do cerume.

É importante ressaltar que o cão só pode ser vacinado, seja ele de qualquer idade, se estiver saudável. Cães com problemas de pele, parasitados, desnutridos ou com alguma doença infecciosa em curso não podem ser vacinados.

Portanto, antes de iniciar o protocolo vacinal é necessário vermifugar o filhote com pelo menos 2 doses com intervalo de 15 dias.

Existem uma gama de vacinas disponíveis. A partir dos 45 dias de vida, o cão pode receber a 1ª dose da vacina déctupla, v10 ou polivalente. Essa protege o animal contra uma série de doenças como cinomose, parvovirose, coronavirose, leptospirose, parainfluenza, adenovírus tipo 1 e 2. São necessárias 3 doses com intervalo de 21 a 30 dias. As 3 doses mencionadas são obrigatórias, pois a resposta vacinal sofre influência dos anticorpos recebidos da mãe via colostro até os 4 meses de vida do filhote.

A partir dos 4 meses, o cão deve ser imunizado com uma dose da vacina anti-rábica, esta é obrigatória em todo o território nacional.

A imunização contra a Leptospirose deve ser reforçada a cada 6 meses em ambientes de risco, onde há alta proliferação de ratos. Deve ser aplicada 6 meses após a última dose da v10, e no reforço anual seguindo o mesmo esquema.

A vacina contra a Gripe Canina pode ser administrada junto a 2ª dose da v10, é necessário também um reforço com intervalo de 21 a 30 dias.

A vacina contra a Giárdia também pode ser aplicada junto a 2ª dose de v10 e a primeira dose da Gripe Canina. Também é necessária uma dose de reforço após 30 dias.

Há uma nova vacina no mercado que pode ser aplicada no animal a partir dos 28 dias de vida, protegendo-o somente contra parvovirose e cinomose, deve ser dada nos animais desafiados, ou seja, em situação de risco para as doenças mencionadas. No entanto, a partir dos 45 dias deve iniciar o protocolo tradicional de imunização.

Resumindo, o protocolo vacinal compreende 3 doses da v10, 1 dose da anti-rábica, 2 doses da vacina da gripe canina e 2 doses da giárdia. Sem nunca esquecer do reforço anual mesmo nos cães idosos.

Uma vacina bastante polêmica é a contra a Leishmaniose, está deve ser aplicada em animais a partir dos 4 meses de vida, são necessárias 3 doses com intervalo de 21 dias e reforço anual contando da data da aplicação da primeira dose. É fundamental realizar o teste sorológico antes da aplicação da vacina. Esse deve ter resultado negativo.

Lembre-se sempre que vacinar é proteger, vacinar é amar !