Guia de Adestramento de Cães Passo a Passo

Jack Russell Terrier

Foto por Vidar Hoel – flickr

Para começar, fica lançado o desafio: olhar para um Jack Russell Terrier (JRT) e não sorrir. Já adiantando, é impossível, já que este pequeno é a alegria em corpo canino. Se você deseja um cão com muita energia para brincar e leal a você, há um JRT por aí desejando você como dono.

Você tem bastante espaço (de preferência uma casa com pátio) e paciência para treiná-lo? Então está pronto para a tarefa! E não se engane pelo tamanho diminuto: por trás dos apenas 8kg e 30cm há uma personalidade própria e muita coragem. Acompanhe a leitura para saber tudo sobre a raça, e tente, também, acompanhar o ritmo desse cãozinho faceiro.

História e Origem da Raça

Nada mais justo que a criatura receber o nome do criador, não é mesmo?

Pois foi exatamente isso que aconteceu com o nosso amigo aqui: desenvolvida por Parson John Russell, compreende-se rapidamente a origem do nome da raça Jack Russell Terrier. Foi na Inglaterra, em meados do século XIX, que este cachorrinho veio à vida, e vida é o que não falta a ele até hoje!

Seu criador era um grande entusiasta da caça e do pastoreio e deparou-se com um problema peculiar: precisava de um cão cuja coloração se diferenciasse facilmente do seu principal objeto de caça, a raposa.

Foi então que, segundo o que nos conta a história, ele teria achando a solução perfeita à venda com um leiteiro: um filhotinho primordialmente branco, com pequenas manchas marrom-amareladas na região dos olhos e orelhas. Esta cadelinha, chamada Trump, foi então cruzada com outras raças até que Russell tenha chegado ao JRT como o conhecemos hoje.

Especula-se que algumas delas possam ter sido Beagles, Old English White Terrier e o Terrier Preto e Dourado. A raça logo caiu nas graças dos demais caçadores e, ao longo dos anos, clubes e associações dedicados a ela foram sendo criados. O reconhecimento oficial do American Kennel Club veio apenas em 2001, porém com o nome de Parson Russell Terrier.

Características Físicas

Forte e compacto são adjetivos que definem bem o Jack Russell Terrier. E ele não é assim por acaso, já que estas são características importantes para a caça. Caça, esta, que também define seu visual mais natural ou rústico do que exatamente um padrão estético impecável: os exemplares escolhidos para as cruzas ao longo do tempo foram sendo selecionados em função do seu desempenho para o trabalho, muito mais que por aspectos físicos ou de beleza.

Se você já viu alguns cãezinhos desta raça e ficou confuso com a diferença entre a textura de seus pelos, aqui vai o esclarecimento. A pelagem deste cão pode ser lisa, dura ou intermediária. E as variações não param por aí, já que as manchas comuns à raça podem tanto ser pretas como marrons, ou ainda, uma combinação das duas cores.

Mas de duas coisas você pode estar certo quanto a qualquer filhote de Jack Russell Terrier: a primeira delas é que mais da metade do seu corpo será branco. A segunda, é que ele será a coisinha mais linda que você já viu!

Alguns detalhes completam o exemplar da raça: seu peito não deve ser muito largo (lembre-se, ele entrava em buracos para caçar pequenos animais), as orelhas em V pendem à frente da cabeça e a cauda, demonstrando a vivacidade do bichinho, é reta e aponta para cima.

Personalidade e Temperamento

Em resumo, o cachorro da raça Jack Russell Terrier é uma mistura de inteligência, coragem, determinação e muita energia. Para ligar com esta combinação, espaço físico e um treinamento mais firme por parte do dono são altamente recomendáveis.

Essa explosão de agitação e bravura é balanceada com um lado mais doce: ele tem muito amor para dar para seus donos, sendo uma companhia amorosa e capaz de alegrar a casa inteira. No entanto, ele é conhecido por uma possível agressividade com outros cães ou pets que lembrem presas (gatos, por exemplo). O Jack Russell Terrier deixou a caça, mas a caça não o deixou!

O Lugar Ideal para a Raça Viver

Por mais que a vontade de ter um Jack Russell Terrier seja grande, lembre-se que o ambiente para ele viver também deve ser. Não é recomendado criar um JRT em apartamento, em função da grande energia que este cão tem para gastar todos os dias. Caso você tenha um apartamento grande e tempo para passear e levá-lo a um parque em que ele possa correr fora da coleira, o problema fica minimizado.

Se você tem um quintal, seu cãozinho será muito feliz, mas lembre-se de proteger bem o terreno. A curiosidade e instinto de investigação da raça podem ser mais fortes que alguns cercados. Também espere alguns buracos pelo jardim: há alguns instintos das raças de caça que são difíceis de controlar.

Apesar de se adaptar bem a diferentes climas, como bom cão de pelagem dupla, ele se adaptará melhor a climas mais frios, podendo até brincar na neve. Mas isso não significa que ele não será feliz em países mais quentes, como o Brasil. Apenas deve-se ter aqueles cuidados básicos de país tropical: manter sempre água fresca em abundância, ter um local com sombra para o cão descansar e respeitar seus limites em dias mais quentes, não forçando as atividades nessas condições.

Jack Russell Terrier Infografico

Saúde da Raça e Cuidados

Já sabemos que muito exercício é fundamental para a felicidade do Jack Russell Terrier. Porém, além de prover oportunidades para extravasar a energia, espere poucos cuidados extras com a raça, que é forte e saudável na média.

Escovação regular dos dentes, dos pelos e corte das unhas deverão ser suas únicas preocupações. Aproveitando: a raça perde bastante pelo, então pense na carinha fofa dele cada vez que encontrá-los pela casa, pois isso vai acontecer com frequência.

Mesmo que o Jack Russell Terrier costume esbanjar saúde, naturalmente a raça apresenta algumas propensões a doenças específicas. Surdez, glaucoma e luxação da patela são algumas delas, que poderão ser identificadas e tratadas pelo veterinário. Dermatites, epilepsia e deficiência de coagulação sanguínea também aparecem como as questões de saúde mais frequentes na raça.

Por fim, vale lembrar que, por mais tentador que seja encher esse pequeno de mimos (lê-se petiscos e comida em geral), o controle do peso é muito importante, evitando desta forma complicações como artrite e problemas de coração. Por falar em coração, o JRT acaba de ganhar o seu, não é?

Quanto custa um Jack Russel Terrier

Filhotes de Jack Russel Terrier à venda estão custando por volta de R$ 1.800.

Mas antes de comprar lembre-se de procurar se existe um para doação nos abrigos para cães abandonados! Têm muito cachorrinho de graça precisando de um lar.

Curiosidades da Raça

cachorro maskara milo
  • O JRT ganhou Hollywood de vez com sua simpatia e inteligência (o que o torna um ator fácil de treinar). Os personagens Milo, do filme “O Máscara”, e Jack, do vencedor do Oscar “O Artista” são apenas dois exemplos do talento da raça para as telonas.
  • Mariah Carey, Serena Williams, Paul McCartney, J. K. Rowling e a top Renata Kuerten já se renderam aos encantos do Jack Russell. Que tal se juntar à lista?
  • Não basta ganhar as telonas, os famosos e o seu coração: o Jack Russell Terrier ganhou o mundo! Ele foi o primeiro canino a conhecer os extremos da Terra, polos Norte e Sul, viajando com seus donos.
  • Ainda na dúvida sobre a alta carga de energia do bichinho? Então pega esta: seu salto pode chegar até 5 vezes a sua própria altura.